MoHERST construirá centro de TVET do agronegócio na Gâmbia

Início » News » MoHERST construirá centro de TVET do agronegócio na Gâmbia

O Ministério do Ensino Superior, Investigação, Ciência e Tecnologia (MoHERST) divulgou planos para construir um Centro de TVET de agronegócios na Gâmbia. Isso é feito para ajudar a indústria agrícola em Sapu e promover a agricultura produtiva na importante área.

Em nota, o Ministro Gómez afirmou que a Sapu possui um centro de Formação Técnica e Profissional (TVET) para múltiplas finalidades. Ele afirmou que pretendem implantar o agronegócio na Sapu, voltado inteiramente para a agricultura.

Leia também: Projeto de modernização da transmissão & distribuição de electricidade na região da Grande Banjul, Gâmbia

Observações sobre o proposto centro de TVET na Gâmbia

O Ministro Gomez declarou: “Você sempre pode conseguir água. A agricultura é um empreendimento que dura o ano todo. Não é necessária uma estação chuvosa para praticar a agricultura. Por outro lado, esta nação importa bens de primeira necessidade. Em que consiste exatamente a educação? Se não conseguirmos consertar, é melhor fecharmos as escolas.”

Gomez acrescentou que o governo planeia construir um Centro de TVET na Gâmbia onde as pessoas possam receber a formação necessária para passar da sala de aula para a quinta. O ministro do Ensino Superior acrescentou: “A agricultura não pode ser praticada num cubículo ou numa escola. Deveria ir mais longe do que isso, mas a importância do aspecto comercial da agricultura deve ficar muito evidente.

Deve ficar bem claro qual é a parte empreendedora disso. Para que, quando se formarem nesta escola agrícola, alguns deles possam ingressar no Ministério da Agricultura. Porém, a maioria pode abrir o seu próprio negócio porque tudo estará relacionado com a agricultura.”

Segundo o professor Gomez, essas organizações podem até criar equipamentos e implementos para os agricultores ajudarem na mecanização. Ele disse: “Eles têm a capacidade de criar o que consomem e também de vender seus produtos. Porque a agricultura apresenta uma oportunidade de uso da terra, essa é a mentalidade.”